# 38

Todos os dias olho-me no espelho, e não vejo o que tu vês, não vejo uma rapariga bonita. Vejo-me só a mim. A mesma de sempre, com uns olhos castanhos, a testa mais escura que o resto da cara, e umas grandes olheiras. Mas sorrio, sorrio sempre.

publicado por LUCIANA às 16:08 | link do post | comentar